Sábado, 17 de Maio de 2008
...

Eu dedico este cap a:

-Sahara minha linda q me chantagiou q se o Tom morresse nunca mais falava comigo.

-Tutty: esta gaja é perfeita...é um amor d pessoa PERFEITA E PERFEITA....e MINHA MINHA MINHA...adr-t <3

- xX-Akyra-Xx que me faz sempre um monte de comentários.

e a todas as comentam e lêm....

bgd...a fic está quase no fim...aqui fica mais um cap.:

 

Passaram-se os 3 meses e o médico veio ter connosco. Eu tinha-me tornado gótica e o Bill tinha deixado de cuidar da sua aparencia.

Médico: eu sei q isso pode ser dificil mas...

Bill: mas?- perguntou com um desprezo que ele tinha na voz desde a 3 meses atrás.

Médico: eu vou ter de desligar a máquina.

Eu tentei bater no médico, mas o Bill segurou-me.

Eu: o senhor não vai desligar nada. NADA OUVIU?

A Debs veio ver o que é que se estava a passar. E em seguida a Bárbara.

Debs: Karine o que é que foi?

Eu: este incompetente quer desligar a maquina que mantem o Tom vivo...ele não pode fazer isso.- disse chorando, fiquei com a cara preta porque com as lagrimas a minha maquilhagem tinha borrado.

A Debs abraçou-se a mim, ao Bill e a Bárbara...choravamos tanto...eu odiava chorar.

Bárbara: Karine tens de te acalmar...tu não podes ficar assim.

Debs: pois Bill tu tambm.

Não respondi limitei-me a olhar o chão em silencio, no silencio que se encontrava o meu coração desde a 3 meses.

[Pensamentos da Bárbara]

Eu sei como o Bill e a Karine se estão a sentir...eu passei esses 3 meses aqui com eles...sinto-me tão mal por tar aqui a ver tudo e não puder fazer nada...Eu amo o Bill e adoro demais a Karine para os ver sofrer assim tanto. E o Tom, é um gajo tão porreiro,

um gajo que fez tão bem a minha "sister"...e agora tá numa situação dessas...

A Karine que nunca foi gótica, nunca teve nada contra esse estilo, mas que nunca o foi...agora virou gótica, corta-se, bebe a toa, até fumar ela fumou...e eu sei que ela odeia fumar.

O Bill chora, dia e noite, não sai desse hospital por nada, está com o cabelo que parece que viu um leão, veste-se com desleixo, deixou de tratar da sua pele, e nunca mais cantou uma única música, nem sequer desenhou uma única roupa desde que o Tom veio para esse hospital.

[ Meus pensamentos]

Já não sei o que fazer da minha vida sem o Tom, o Bill está a ser cada vez mais como um irmão para mim, o Tom eu só penso no Tom.

Agora eu corto-me. Tou com o braço cheio de cicatrizes, faz-me bem. Fui parar ao hospital, porque cortei-me no pescoço, tenho medo de perder aquela PESSOA...aquela pessoa que nos faz viver, aquela pessoa que nos faz respirar, aquela pessoa...

O NOSSO AMOR.

[ Pensamentos de Bill]

Não sou nada sem o meu irmão. Ele não é simplesmente o meu irmão...ele é a minha vida.

Eu Bill Kaulitz desde que entrei neste hospital (a 3 meses atrás) nunca mais cantei, nunca mais desenhei, normalmente quando estava triste punha-me a cantar ou a compor e ficava logo feliz, pensava que me fazia ver que a vida era muito curta para a desperdiçar com tristezas...

era isso que eu pensava, mas afinal não, não era a música que me fazia ver que estava errado, ou que a vida era muito curta, para a desperdiçarmos com tristezas era o Tom. O Tom era a minha vida.

Agora que não o tenho, não tenho mais vida. E quando ele se for por completo eu vou com ele, tenho muita mas muita pena mesmo de deixar a Debs, eu amo-a mas não vou conseguir continuar a viver. E a Karine ela está a sofrer tanto, ELA AGORA CORTA-SE gott!!! Eu adoro-a.

[Pensamentos de George, Gustav e de Ana Sofia]

Eles não merecem isso pelo que estam a passar...- eles passavam os dias no hospital.

[Fim de pensamentos]

Os pais de Bill e de TOm passavam a vida a entrar e a sair do hospital, pois não podiam ficar lá, eles eram adultos, tinham vidas para organizar e trabalhos para cumprir, mas estavam lá sempre que podiam.

Eu fui ter com Bill, tinha feito o meu último corte ainda sangrava. Quando me viu ficou assustado.

Bill: Karine pára de te cortares.

Eu: shiu. O douctor chamou-nos para irmos ao quarto, que ele precisa de falar connosco.

E lá fomos. Quando entramos estavam sentados a mãe e o pai do Bill e do Tom sentados a chorar.

Bill: porque que nos chamou?

Douctor: eu vou desligar a máquina agora mesmo, já passou o tempo que vos dei e como previsto nem uma única melhor no seu estado de saúde. Lamento mas vou ter de desligar a máquina.

Bill ficou imóvel.

Eu corri para a beira do Tom.

Eu: NÃOOOOOOOOOO.- eu dei um grito o maior que consegui na esperança que o Tom me ouvisse e acordasse.

Abracei-me a ele.

Eu: eu amo-te Tom.- disse sossurando-lhe.- verti uma lágrima que lhe caiu na cara.

E mesmo quando o douctor estava a desligar os fios da máquina...

 

O que é que acham que aconteceu???

Comentem pleaze....

SE tiver mais de 50 comentários eu posto amanha sem falta...bjs bgd por todos os comentários.

 

 


sinto-me: nervosa-campeonato daki a nd
música: Numb-linkin park

publicado por Chinesa11 às 11:24
link do post | comentar | favorito
|

7 comentários:
De Joaninha_k a 17 de Maio de 2008 às 11:45
50 é p já MAIS MAIS MAIS!!!!!


De Joaninha_k a 17 de Maio de 2008 às 11:46
50 é p já MAIS MAIS MAIS!!!!!



De Joaninha_k a 17 de Maio de 2008 às 11:47
E como gosto muit d Fic dou-te mais alguns MAIS MAIS MAIS MAIS!!!


De Dreamer a 17 de Maio de 2008 às 12:22
Já há tanto tempo que não postavas!!
Meu deus que capitulo forte...

Tenho tanta pena do Bill e da Karine. Snif!
E pobre Tom...

Sim!! Que será que aconteceu?
Ele acordou??

Diz que sim!! ^^

Kisses! x)

[ Já tens mais de 50 comentários vais mesmo ter de postar amanhã! ^^ Weeeee! ]


De Joanne a 17 de Maio de 2008 às 17:19
maix!!! o Tom nao pode morrer :'( eu nao quero.....
max ele vai acordar!!!xD quero maix maix maix e maix e ainda maix!!


De xX-Akyra-Xx a 17 de Maio de 2008 às 17:37
TOM TEM DE VIVER

TOM TEM DE VIVER

HE IS SACRED!! HE CAN'T DIE!!

ELE TEM DE VIVER E TUDO TEM DE VOLTAR AO NORMAL!!



De xX-Akyra-Xx a 17 de Maio de 2008 às 17:47
TOM TEM DE VIVER

TOM TEM DE VIVER

HE IS SACRED!! HE CAN'T DIE!!

ELE TEM DE VIVER E TUDO TEM DE VOLTAR AO NORMAL!!


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...