Sábado, 7 de Junho de 2008
Bill: nao quero nem saber!

Tou tão feliz hoje...tenho 10176 comentários...

Akrya bgd por todos os comentários que me fizes-te...fazes sempre tantos...és mesmo perfeita sabias?- já te tinha dito mas prontos...fico mesmo muito feliz por gostares da fic...brevemente irei inaugurar o clube de fãs dessa rapariga!

 

Aqui fica mais um cap.espero que gostem:

 

No dia seguinte acordei com o Tom a olhar para mim e a fazer-me festas no cabelo.

Beijei-lhe.

Eu: Tom desculpa...

Tom: desculpas porque?

Eu: por te ter feito sofrer.

Tom: vamos esquecer isso sim?

Eu: não consigo Tom.

Tom: por mim...por nós.

Eu: ok. Mas acho que é melhor voltarmos para casa...devem estar todos preocupados connosco. Passamos a noite fora e não avisamos ninguem.

Beijou-me.

Tom: mas tenho tantas saudades de passar uma noite só contigo amor.

Eu: eu compenso-te amor.

Tom: prometes?

Eu: prometo.

Beijou-me.

Eu: vamos...então...Tom...liebe...vamos...amo-te meu gajo todo boum.- disse entre beijos.

Ele afastou-se.

Eu: então o que é que se passa?- disse com uma cara de espanto.

Tom: tinha saudades que me chamasses de "meu gajo todo boum".

Beijou-me.

Eu: amas-me?

Tom: não.

Fez-se silencio.

Tom: amo-te muito.- disse beijando-me.

Eu: pregaste-me um susto.

Tom: nunca te esqueças disso sim liebe?

Eu: sim more...ich liebe dich fur immer.

Tom: ich liebe dich.

Eu: agora vamos.- disse puxando-o pelo braço.

Ele agarrou-me e beijou-me com uma agressividade que sabe que eu adoro.

Eu: amo os teus beijos.

Tom: eu sei que sou o melhor.

Eu: continua a sonhar.

Beijei-lhe .

Eu: agora vamos.

Eu fui para a mota de água na qual eu tinha vindo para a ilha.

Tom: anda comigo.

Eu: e deixo a mota aqui?

Tom: sim! Assim podes vir agarradinha a mim.

Eu: vamos a uma corrida?- ele não resiste a uma corrida.

Tom: já fui.

 E começou a competição. Ganhei, o que ele não sabia, era viciada em corrida dessas em criança. Quando chegamos:

Tom: como é que me ganhas-te?

Eu: não se ve mesmo. I'm the best. Viciada em corridas de motas de agyua em criança.

Saí ao pulos da mota de água e fui abraça-lo.

Tom: és irritante.

Eu: sou irritante mas ganhei-te não foi?

Tom: já não gosto de ti.

Eu: ok, eu tinha uma surpresa para ti hoje mas se já não gostas de mim já não a faço.

Tom: qual é? Qual é?- perguntava aos pulinhos.

Eu: Tom pareces um puto.

Tom: um puto feliz.

Eu: maluco.

Tom: hey eu tenho juízo. 

Eu: sim muito, tu tens mesmo muito juízinho.

Tom: e tenho.

Eu: vamos embora.

Tom: mas vens na minha mota.

Eu: e eu deixo aqui a minha mota?

Tom: não, deixo eu a minha.

Eu: já tem muito pouco combustível não é?

Tom: não.- não sabes mentir Tom Kaulitz.

Eu: Tom! Tens de ter cuidado com isso.

Tom: pk se tu cuidas de mim?

Eu: meu Deus...que menino mimado.

Tom: mimado por ti...mas muito pouco mimado.

Beijei-lhe.

Eu: e...assim...já...te...mimo...mais?- disse ainda entre beijos.

Agarrou-me com mais força e beijou-me.

Eu: Tom menos.- sussorrei-lhe ao ouvido.

Tom: nein.

Eu: vamos.

E subi para a minha mota para irmos para casa.

Tom: hey.

Eu: que foi?

Tom: eu é que vou a conduzir.

Eu: na minha Faster? nem penses.- Faster é o nome que eu dei a mota xD, era preta com chamas vermelhas e laranjas, linda.

Tom: eu sou o homem eu conduzo.

Eu: temos maxismo aqui não?

Tom: não.

Eu: então eu conduzo.

Tom: mas.- interrompio.

Eu: ah, ah. Cala-te Tomik, que quem conduz sou eu.

Tom: má.

Subiu para a mota e agarrou-se a mim, fazendo uma cara de desapontado.

Eu: mas é de mim má que tu gostas.

Passou a viagem toda beijar-me o pescoço e por mais que eu o dissesse para parar era inútil porque ele continua, mas a verdade eu gostava e já sentia saudades daqueles beijos.

 Chegamos a casa e mal chegamos estam os Th [menos o Tom], a Ana Sofia, a Bárbara e a Debs sentados no sofá com cara de poucos amigos, quando entramos eles levantam-se.

Bill: querem nos explicar o que é que vem a ser isso?- ele estava mesmo chateado por termos passado a noite fora sem dar notícia.- Isso é a casa da mãe Joana agora?

O Tom tentou explicar mas o Bill logo o interrompeu.

Bill: não quero nem saber.- disse super chateado e foi para o seu quarto.

 

continua...espero que tenham gostado...muito obrigada pelos comentários...e bgd a quem le.


sinto-me: happy- happy-com sono
música: reden- Tokio Hotel

publicado por Chinesa11 às 00:58
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De xX-Akyra-Xx a 7 de Junho de 2008 às 16:44
o bill ta in love por ela? +.+


De Joaninha_k a 7 de Junho de 2008 às 18:05
ADORO MAIS SIM?!!!

Quem terá contado aquela mentira ao Tom??

Kuss


De *dany* a 7 de Junho de 2008 às 19:00
eu ñ sei pk....mas as tuas fics taõ sempre giras e originaiis....esperuh ke tenhas gxtadu do coment pk se gxtas-t psso a comentar tdas as fics!!!
bjs......+++


De *dany* a 7 de Junho de 2008 às 19:10
oh....o bill ñ podia ficar xatiado....a voz dele tá em 1ºlugar....adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii


De $@h@r@ $h!nOda a 8 de Junho de 2008 às 11:37
Ai meu deus tive a ver operfil do Gustav ele e taum lind...meu deus.

Ele tambem e viciado em chapeu, ali tem numa curiosidade quem tem mais ele ou o Tom, a alcunha e Juschtel xD. o Gustav gosta dos metalica dos korn dos Foo Fighters

o pior dia da vida dele foi quando os peixes, ele tonha 30 peixes, o gato e a avo dele morreram, e tudo no mesmo dia!

Ele e o UNICO membro dos th que naum fuma, ai taum umas razoes para adora-lo como eu adoro

Ele gosta de batido de chocolate!!

A fic ta gira posta mais mais mais, eu ja postei agora es tu.


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...