Terça-feira, 4 de Novembro de 2008
Prometes-te que não me ias deixar.-26º/27º capítulo

 Aleluia que consegui postar...ja tou a tentar postar desde a semana passada mas parece q o sapo n tava lá muito bem,,,i peço desculpas por não ter postado antes...sei q dessa vez fikei msmo muito tempo sem postar...mas tive 2 semanas consecutivas de testes...i tou xeia d trabalhos de grupo i etc. Desculpem.me meninas...e para vos compensar posto 2 capítulos...

 

Eu: achas?? O meu amor por ti secou com o tempo...secou quando me apercebi que não ias voltar e que não pensas-te em mim quando te foste embora...esquece Tom...perdoar-te vai ser algo um tanto complicado...e voltar a amar-te um tanto impossível.
Tom: não tenho chances??
 Abanei a cabeça em sinal de negação...estava a mentir...sabia...mas era melhor assim.
 Ele aproximou-se de mim mas eu afastei-me, tinha medo de cair na tentação só de sentir o toque dele...sabia que o faria...não queria arriscar.
 Eu: Tom não te aproximes. A nossa conversa fica encerrada por aqui.
Tom: sentes ódio por mim??
 Eu: a resposta é óbvia. Sim, sinto. Tom nem a puta de um telefone foste capaz de me fazer...-disse com os olhos vermelhos a querer chorar, mas aguenteui-me. *Não irei chorar*.
Tom: eu não tive tempo.
 Eu: então olha porra, agora quem não tem tempo para ti sou eu. Sai.
Tom: Sofia...
 Eu: Sai. E por favor finge que não me voltas-te a ver continua com as tuas diversões de uma noite, continua com a tua vida...
 Tom: queres que te excluia da minha vida??
 Eu: já o fizes-te uma vez, não vejo qual seja o mal de o fazeres mais um vez...
 Abri a porta do quarto, ele percebeu que era para sair, chegou-se perto de mim para se despedir mas nem isso eu deixei, afastei-me dele.
 Eu: até um dia.
 Tom: xau amor.*Ups eu não queria dizer amor...o meu coração falou por mim*
 Enfiei-lhe um estalo.
 Eu: NUNCA MAIS ME CHAMES ISSO TOM KAULITZ.
 Empurrei-lhe para fora do quarto, fechei a porta e em seguida tranquei-a.
O Tom ficou do lado de fora da porta a pedir que eu o deixasse entrar, mas era inutil, atirei-me para cama, pus a almofada na cabeça para abafar o choro...a minha irmã que já tinha acabado a "diversão" com o Gustav ouviu o meu grito e subiu a pressa para o nosso quarto. Bateu a porta mas nada. O Tom chorava e ela percebeu tudo.
 Sahara: ela estava tão bem sem ti Tom. Vai te embora.
Tom: mas Sahara...
 Sahara: vai-te embora. MANA!! Mana abre a porta por favor.
O Tom foi-se embora.
 Sahara: mana o Tom já se foi embora, por favor estou preocupada contigo, abre a porta mana, responde-me, fala comigo por favor.
 Abri-lhe a porta, olhei para ela...continuava a chorar. Ela abraçou-me...a minha cara estava vermelha de tanto chorar...

 

*****************************************27º capítulo!!*************

 

Eu- ele já se foi embora??
Sahara- já...queres falar??
 Eu- deixa lá, o Gustav deve tar a tua espera...
Sahara- como é que sabias que o Gustav estava cá em casa...-pensou um bocado- ah ok.
 Eu- ya, tipo no sofá?? Ai a menina...
Sahara- cala-te.
 Eu- não vou ficar triste por causa dele, não vou mesmo. Vou continuar a olhar para frente...levantar a cabeça e esquecer aquele estúpido...
 Sahara- isso mesmo...mas eu queria que vocês ficassem juntos...ele tá mesmo muito arrependimento...se arrependimento matasse...
 Eu- ele estaria a dar e vender saúde...ele não está arrependido...ele só quer saber de uma coisa que nós sabemos...que é levar gajas pa cama...mais nada. Epah estamos a falar do Tom Kaulitz.
 Sahara- ele está diferente...
 Eu- mana esquece...com ele, nunca mais.
 Sahara- tu lá sabes...
 Eu- pois sei.
 Fez-me uma careta.
 Eu- vai lá ter com o Gustav.
 Sahara- tou tão feliz por o voltar a ver...
 Eu- ele ama-te mesmo mana. Eu quero ser madrinha do casamento.
 Sahara- queres muita coisa não??
 Eu- eu não quero...Eu vou ser.
 Sahara- aié??
 Eu- sim.
 Sahara- parva...vou ter com ele ok??
 Eu- ok vai lá.
 E foi...peguei na guitarra, deitei-me na cama e comecei a dedelhar alguns acordes...comecei a compor:
               Música                                                        Lembranças
"Quando te vejo a minha beira na estrada...                   «A caminho o Tom pede para eu parar.»
 e tu te vais embora...                                          «...dirigiu-se ao café segui-o.»
 e não dizes nada...
  Eu só te digo calada...                                         «Nem me deu tempo de responder e...»
 que o meu coração chora...a...
  Dou comigo a sonhar contigo                                   «ah Tom...quantas vezes eu sonhei contigo...»    
 e quando acordo
 olho p'ro meu lado
 e já não te encontro..."
 Comecei a canta-la...estava a gostar da letra...mas as lembranças não eram as melhores...parei...olhei para a guitarra, guardei-a na capa e pousei-a num canto. Dirigi-me a secretária do quarto onde se encontrava o meu ipod, peguei nele, liguei-o, pus a tocar qualquer música e deitei-me na cama, acabando por adormecer pouco tempo depois.

 


sinto-me: happy
música: Gutto-»deixa ferver...JB-»Play my music

publicado por Chinesa11 às 22:03
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De Inês Amaral a 5 de Novembro de 2008 às 14:06
Finalmente postas-te !
Já tinha tantas saudades !!! Já disse que amo a tua fic?
Não ?! Então pronto ''EU AMO A TUA FIC''.. xD

Pankas ... Beijinhoo
Quero mais .


De Inês Amaral a 5 de Novembro de 2008 às 14:06
1º a comentar aweeeeeeeeee xD


De sófi a 6 de Novembro de 2008 às 17:48
ja tinha saudades =D

mais sim?

beijo


De GIRL CAT a 7 de Novembro de 2008 às 20:33
E PAH MIUDA A TUA FIC TA ALTAMENT ASSERIO O PAH KERO + S ?

ESPERO BM KE S ! LOOL XD

BJ


De Shiniia ♡ a 10 de Novembro de 2008 às 21:50
olaaaaaaaaaaaaaa

pah k moka...
n esperava k ela se visse livre assim!
mas k se lixe! o Tom tem de levar mtas dessas!


loool


maiss

bjs


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...