Domingo, 20 de Junho de 2010
O 4º elemento do meu trio_6ºC

Olá :) Mais uma vez obrigada pelos comentários...

 

 Aqui deixo mais um capítulo...nao sejam tao duras com a Kryx LOL, ela tem os seus motivos para ser como é xD

 

 

 

Eu-...

 Tom- Kryxttina deixa-me ajudar-te.

 Eu- não te pedi ajuda.

 Tom- importas-te de parar me tratar assim!! Até agora fui super "falinhas mansas" contigo, mas chega, estou farto. Ok, não me pedis-te ajuda mas eu quero ajudar. Não digas que não precisas porque precisas, todos precisamos. Precisas de amigos para viver. Vais dizer que eras feliz naquele lugar??

 Preparava-me para o interromper mas ele não deixou pois continuou o seu discurso e eu comecei a olha-lo nos olhos...a prestar atenção ao que dizia, começava realmente a interessar-me pelo que ele me estava a dizer.

 Tom- deixa-me pelo menos conhecer-te. Não te peço nada em troca por agora, talvez te peça que pares de te auto-mutilar mais tarde, mais do que isto nunca te irei pedir. Peço-te só agora amizade e que confies em mim. Precisas de mim ao teu lado e sei que também preciso de ti ao meu, não sei o porque...mas precisamos um do outro.

Fez uma pausa curta para respirar e continuou a falar.

 Tom- não te peço que ao principio confies totalmente em mim, que me contes a tua história, que te abras comigo, peço somente que me deixes ser teu amigo, que sejas sincera comigo, prefiro o silencio a mentira ou seja se não me quiseres contar algo não contes mas não me mintas. Só te peço que sejas tu mesma comigo.

 Eu- eu já não sei quem sou.-disse baixando a cara.

Ele aproximou a sua mão da minha cara e delicadamente fez com que olhasse para ele.

 Tom- claro que sabes. Se algum dia não souberes eu digo-te.

 Eu- obrigada. Obrigada pelo que me disses-te, obrigada por seres quem és e pelo que estás a fazer por mim.

 Pela primeira vez sorri sinceramente e pela primeira vez estava realmente feliz.

 Eu- mas olha, será muito dificil voltar a confiar em alguem. Mesmo sendo esse alguem uma pessoa tão maravilhosa como tu. Desculpa se alguma vez te magoar, ou se alguma vez te desiludir.

 Tom- não peças desculpas por algo que ainda não fizes-te e que podes não vir a fazer.

 Pos-me a pequena franja que me teimava cair para a cara e me tapava os olhos para trás da orelha o que me fez estremecer, o seu toque ainda era uma novidade para mim.

 Tom- conta-me coisas sobre ti.- disse com um sorriso na cara que não escondia felicidade.

Eu- eu...não sei o que te contar sobre mim...-estava um bocado tímida, tinha medo de fazer figuras de parva a frente dele.

 Tom- diz-me lá do que é que não gostas.

 Eu- tanta coisa. Não gosto de família, de amigos, de comer, de sorrir quando tiro uma fotografia, de estar sozinha, de pessoas falsas, de cinismo, de falta de vergonha na cara, não gosto de tar ao lado de alguem quando fuma.

 Tom- uou. Não gostas da família??Dos amigos??Não percebo.

 Eu- já não tenho família.

 Tom- morreram??

 Eu- não, quer dizer para mim morreram mas...já não a tenho porque nunca tive, é suposto uma família ser um grupo de pessoas do mesmo sangue que se amam incondicionalmente.

 Tom- sim, acho que sim, ou pelo menos um grupo de pessoas que se amam incondicionalmente, não é preciso ter-se o mesmo sangue para se ser uma família...

 Eu- não tenho mesmo uma família, porque ninguem na minha familia me amava, todos se odiavam uns aos outros e falavam mal uns dos outros...era horrivel...- uma lágrima caiu-me.- não quero falar disso desculpa.

 Tom- hey, tudo bem.-disse limpando-me a lágrimas.- então os amigos??

 Eu- não tenho, abandonaram-me quando mais ninguem me ajudou, quando mais precisei da sua ajuda, bateram-me a porta na cara. Não gosto de amigos, não gosto de confiar em ninguem porque acabam sempre por me magoar.

 Tom- e eu não sou teu amigo??

 Eu- és mais o meu anjo da guarda.

 Com uma das suas mãos segurava a minha e com outra fazia-me festas na cara.

 Tom- nunca te irei magoar.

 Eu- Tom...posso pedir-te um favor??

 Tom- sim.

 Eu- preciso da minha cut.

 Tom- cut??

 Eu- sim. O meu objecto cortante.

 Largou-me e foi para um canto do quarto.

 Tom- pensei que estavas bem comigo. Porque é que precisas daquilo??

 Eu- Tom não sei mas tornou-se um vício, eu tou bem contigo, mas nunca vou conseguir estar feliz sem a cut. Deixa-me te-la de volta por favor.

 Tom olhava para os pés, não sei o que se passava com ele mas não me olhava nos olhos.

 Eu- Tom por favor, eu preciso daquilo. Eu preciso.

 Tom olhou para mim, tinha os olhos vermelhos parecia que queria chorar.

 Tom- pensei que fosse o teu anjo da guarda...

 Eu- e és. É por isso que te estou a pedir ajuda.

 Tom- desculpa, não posso. Se sou o teu anjo da guarda tenho de te proteger.

 E saiu do quarto batendo com a porta.

  

 

::__::__::__::__::__::__::__::__::__::__::___::

 

  

 

  

 

Parte de uma música:faço para nao pensar, tento acreditar que é passado...Dou por mim a relembrar momentos que passamos eu e tu, Tu conseguis-te marcaste-me com o teu jeito, o tempo passa o que me faz querer voltar, por o orgulho para trás, tudo o que eu quero é voltar, por de parte as coisas mas e amar...Eu fingo nem estar nem aí, mas lá no fundo sou doido por ti...


sinto-me: new friend don't replace old 1
música: Querer voltar- D'zrt

publicado por Chinesa11 às 20:17
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De dk a 22 de Junho de 2010 às 20:24
HallO!!

Chinesinha amor desculpa só comentar agora, mas têm-me sido impossivel... =( Sorry
Bem estou a adorar a fic =) Muito fixe!
Espero seriamente que ela come-se a confiar no tom.
Eles precisam um do outro como ele lhe disse! *Tão querido*
Bem e ela tem que parar de se auto-motilar!!

Mais

Kuss


De pαtrýciαtk. ♥ a 24 de Junho de 2010 às 20:24
Oláá.
desculpa só comentar agora :x
mas estou a gostar :)
maiis*
beijinho.


De Cαяσliiиα a 5 de Julho de 2010 às 17:52
Sim, eu também gostava que ainda fosse presente :S
Mas falando de outras coisas...
Ainda bem que gostas-te! :$
Eu prometo que tento ser mais rigorosa que os posts desta fic :b
Beijinhos :D


De tutti a 9 de Julho de 2010 às 13:19
pois, exacto, todas aquelas coisas que disseste e outras AINDA PIORES deixam-me de facto a pensar em como o mundo está totalmente em ruínas! enfim. aparte disso, também é um choque saber que para agosto ainda falta um mês :|| bah.
miss u all the time

adoro-te


De tutti a 10 de Julho de 2010 às 00:46
um dia explico-te melhor meu amor.
a saudade é um sentimento que nos corroi imenso, que nos dá vontade de pegar nas malas e ir atrás do que queremos sem pensar em nada. mas ao mesmo tempo é um sentimento bom.. porque significada que há amor. porque se tens saudades de algo é porque de alguma forma amaste algo ou alguém. :) E EU TENHO SAUDADES TUAS!


De Cαяσliiиα a 13 de Julho de 2010 às 04:12
Oh, isso não faz mal :)
Pois, estás confusa... xD
Logo verás :b
Obrigada :D
Beijinhos :b


De Cαяσliiиα a 14 de Julho de 2010 às 00:31
Eheh, secalhar está só a tentar proteger-se :b
A sério? Ainda bem :$
Pois, talvez x)
Beijinhos (:


De Miss Xaphania a 30 de Agosto de 2010 às 19:24
Muito obrigada pelo teu comentário e por seguires o meu blog : D
Eu adoro a fic apesar de faltar muito para o capítulo 19 xD


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...