Sábado, 14 de Agosto de 2010
O 4º elemento do meu trio_13ºC

Olá e obrigada pelos comentários !

Ontem tive um dia excellente +.+

 Mas pa variar a minah qerida maezinha tinha d me xatear o juizo hoje --' Nem do outro lado do oceano ela me deixa em paz, jesus :P

Diiiane melhoras...

 

 ...

 

Tom- tu prometes-te que...
Eu- eu sei Tom, eu sei. Mas só a quero ter comigo. Deixa-me leva-la.
Tom- se não a vais utilizar, para que que a queres ter contigo??
Eu- porque...oh Tom por favor, confia em mim. Eu não a vou voltar a usar.
Tom- tenho medo que um dia não aguentes e voltes a usa-la.
Eu- não o vou fazer.
Tom- se o fizeres contas-me??
Eu- sim. Mas não o vou fazer fica descansado.
Tom- ok. Leva-a. Mas quero-a numa caixa guardada, ao lado de um maço de cigarros.
Eu- para que o maço de cigarros??
Tom- para se um dia caires na tentação de a usar, quando a fores buscar vais ver que também deixei um vívio por ti:os cigarros.
Eu- ok Tom, ok.
Tom- ainda estás a sangrar de alguns cortes. Posso limpa-los??
Eu- acho que sim...sim, podes.
Ele sorriu, tirou do bolso o lenço com o qual tentou limpar-me o sangue dos cortes da primeira vez que o vi.
Eu- é o mesmo lenço.
Tom- pois é. Só espero que desta vez não vá parar ao hospital por tentar falar contigo.
Eu- claro que não tontinho.-fiz uma expressão séria- desculpa, não te queria ter ferido naquele dia.
Tom- não faz mal. Eu estou bem.
Eu- mas podias não estar.
Tom- foi por isso que nos conhecemos...por isso...ainda bem que o fizes-te.
Eu- aii Tom...
 Fomos interrompidos pelo barulho do telemóvel do Tom que estava a tocar.
Tom- deixa-me só atender, desculpa.
Eu- não faz mal, atende lá.
 Ele atendeu, e poucos minutos depois desligou.
Eu- então??
Tom- curiosa tu...
Eu- diz lá quem era e o que é que queria.
Tom- era a minha namorada, e queria fazer coisas interessantes comigo como...- ia continuar a falar mas eu como estava cheia de ciumes interrompi-o de uma forma um tanto agressiva.
Eu- não me interessa. Olha podes ir ter com ela. Vai, vai.- disse cruzando os braços.
Tom- aii tão fofa...tás cheia de ciumes é??
Eu- quem??Eu??Achas.- disse fingindo-me de desentendida.
Tom- linda. Sim, tu, tás cheia de ciúmes.
Eu- eu não, agora faz-me um favor e chama o teu irmão, gostei dele.
Tom- ham desculpa??

Eu- sim, eu gostei muito dele. Podes chamar-lhe por favor?? E ah, não precisas de voltar podes ir ter com a tua namoradinha.- disse tentando esconder o meu ciúme.
Tom- eu estava a brincar contigo, eu não tenho namorada, foi a minha mãe que me ligou a dizer para nós os dois irmos hoje para casa, mas eu disse-lhe que ia falar contigo antes porque podias querer passar essa última noite aqui. E queres saber que mais?? Não, não posso chamar o meu irmão. E não, não ficas sozinha com ele.-disse já ficando um bocado irritado.
Eu- e não o podes chamar porquê posso saber??- disse contendo o riso.
Tom- não, não podes.
Eu- ok, então vou eu chama-lo.- disse encaminhando-me para a porta.
Ele segurou-me no braço.
Tom- porque estou lixado de ciumes de vocês os dois. Satisfeita??
Eu- sim.- dei-lhe um beijo na bochecha.- lindo, fiz isso só para te dar o troco. Não me querias por com ciumes??Fiz-te o mesmo, a ver se assim aprendes que a fazeres-me ciumes não vais muito longe.
Tom- parva.- disse segurando nas minhas mãos.- vamos hoje para minha casa??
Eu- vamos.
Sorrimos os dois.
 A directora deu ordem aos seguranças para que me deixassem ir embora. Pus num saco que me deram: o ipod e a cut.
Fomos de carro, afinal a casa deles ainda fica um bocado longe daquele sítio. Quando lá cheguei a mãe deles pediu-os que fossem para o seu quarto que ela queria falar comigo. Estava um bocado nervosa, não sabia qual era o assunto...o que me deixou muito preocupada. Sentamo-nos na sala de estar. A casa era toda decorada em vários tons de castanho. Tinha o rés do chão e o primeiro andar, depois tinha no lado de fora um quintal enorme com uma piscina enorme também. A sala de estar ficava no rés-do-chão...Fomos para lá eu e a D. Simone. Sentamo-nos em dois sofás individuais e ela decidiu começar a falar.
D. Simone- Kryxttina não é??
Eu- sim, senhora.
Ela tinha um tom muito sério, o que me deixava cada vez mais nervosa.
D. Simone- bem, primeiro eu não sou senhora.- sorriu e a sua voz começou a ser mais divertida e descontraida- vá lá Kryxttina não sou assim tão velha.
 Esbocei um sorriso ainda nervoso.
D. Simone- tem calma filha que eu não mordo. Bem é o seguinte como nós só temos dois quartos, o meu e do meu marido e o dos rapazes, vais ter de ficar no quarto deles, provisóriamente.
Eu- Dona Simone não me importo. Não quero é dar trabalho a ninguem.
D. Simone- acredita que se não te quisesse aqui, não estarias. Minha filha aqui não dás trabalho nenhum. Sempre quis ter uma filha e saiu-me na rifa dois rapazes malucos.
Sorri.
D. Simone- não que não goste deles, amo-os mais do que tudo e não os trocaria por nada, mas sempre quis ter uma menina. Sente-te em casa. Se precisares de alguma coisa diz, tudo o que precisares. Podes contar comigo para tudo ok?? Ah e não é dona Simone, nada de formalidades. É só Simone pode ser??
Eu- sim do...Simone.
D. Simone- assim está melhor. Olha eu hoje vou jantar fora com o meu marido, ficas em casa com eles os dois, alguma coisa é só telefonares, eles têm o meu número. O jantar vai ser pizza gostas??
Eu- gosto sim.
D. Simone- és alergica a alguma coisa, alguma comida??
Eu- não, não.
D. Simone- óptimo. Bem fica a vontade para conheceres a casa e depois instalas-te no quarto dos gémeos.
Eu- ok. Obrigada.
D- Simone- de nada. É um prazer ter-te aqui.- deu-me um beijo na testa e saiu deixando-me sozinha na sala.
A Simone é mesmo querida...finalmente vou ter uma família de verdade, bem vou para o quarto dos gémeos, que agora também é meu. Mas...aonde é que fica o quarto?? Bem, sei que é no 1º andar, mais nada. Subi até o primeiro andar e tinha algumas portas...hum qual dessas será a porta do quarto deles??...hum...estou a ouvir risos, vindos dessa porta, deve ser esse o quarto. Bati a porta mas ninguém respondeu, com aqueles risos não deviam ter ouvido o cnoc cnoc da porta. Bem, decidi entrar e a cena que vi foi deveras cómica.

 

 

Parte de uma música: por onde quer que eu vá vou te levar para sempre...a culpa nao foi sua...os  caminhos não são tão simples, mas eu vou seguir ...


sinto-me: Qero mandar .|. as regras !
música: Um minuto _ D'black

publicado por Chinesa11 às 15:05
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Diiane a 14 de Agosto de 2010 às 16:50
A ver se me animo vim ler.
Obrigada por tudo em primeiro.
E amei o capitulo.
Beijo
Ps.: Sem inspiraçao para melhoes comentarios.


De Chinesa11 a 14 de Agosto de 2010 às 21:15
Dii, nao precisas de agradecer, qualqer coisa, mas msmo qalqer coisa nem q seja dizeres " hoje acordei olhei po lado e lembrei-me dl ", podes dizer k eu vou lá deixar a minha palavrinha para saberes q tns sempre alguem nno mundo dos blogs com quem contar...

Obrigada por teres vindo comentar, mas se nao te tiver a apetecer, ou tiveres cansada nao é preciso a sério...Signifikou muiito para mim este coment, peqeno mas bom :)

BeijinhooossSS


De Diiane a 14 de Agosto de 2010 às 21:45
Obrigada! =)
É bom ter alguém com quem contar. Visto que na vida real, amigos não há... --'
Sempre me alegro ao vir comentar- te.... =)

Beijinhoos


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...