Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010
O 4º elemento do meu trio_16º e 17º C

Ok...bom dia e muiitas desculpas mesmo porque prometi que postava ontem antes do jantar,

odeio saber q prometi uma cena e nao a faço mas tenho uma boa explicação:

 - Ontem eu já tinha passado o capítulo po computador e quando ia postar o meu irmão mais velho começa: Danie vamos embora, vá rápido.

 E eu tive de desligar logo se nao ele nao se calava a viagem toda. Fui jantar com ele o meu outro irmao, o Oliver e o Saydi... E voltei pra casa a meia noite e tal--' Cheguei, ligo o pc e preparada pa postar o meu irmao diz-me que vai precisar do pc urgentemente e o meu pc nao tem net... --'

 Hoje acordei as 14h, tomei um banho, vesti-me fui ao ao café comprar uma sandes, vim a casa comi e agora vim postar  !!

 Mais uma vez desculpem e obrigada por comentarem :)

 2 capítulos pa compensar...

 

16ºC

Eu- *o Tom não pode pensar que é meu dono, ele não manda em mim...* Sim Andreas. Vamos lá. Mas antes tenho de pedir autorização ao meu maninho mais velho.
Tom- não autorizo.
Eu- não estava a falar de ti, mas sim do Bill. Posso mano??
Bill- claro mana, vai lá. Mas olha não saias da discoteca sem mim sim??
Eu- ok, mano.
 E lá fui dançar com o Andreas, dançamos umas 5 músicas seguidas os dois e depois voltamos para a mesa.
Andreas- danças mesmo bem.
Eu- obrigada, tu também danças muito bem.
George- ai o casalinho...
Gustav- Kryxttina e Andreas...K.A. Que giro.
Andreas- calem-se meninos.
Eu- o Tom, onde está??
O Bill apontou na direcção do bar, e lá estava ele a comer uma gaja...Eu estava a dar beijos no pescoço do Andreas e a morder-lhe a orelha mas nada mais, era mais uma brincadeira, e o Tom...o Tom estava naquele exacto momento a comer aquela gaja, assim no meio da discoteca.
Gustav- Kryxttina!! Kryxttina!!
Eu- sim Gustav.
Gustav- estás bem??
Eu- ya estou.
 Chegou um rapaz a nossa mesa e convidou-me para dançar, eu aceitei e la fui dançar com ele. O gajo era lindo, cabelo encaracolado, alto, moreno...pronto... mesmo lindo...dançamos duas músicas e depois fomos cada um para o seu canto, eu para mesa e ele sei lá para onde. Quando lá cheguei já lá estava o Tom sentado com um copo de whisky a frente, Andreas ao lado e Bill com um copo de coca-cola a frente, sentado a frente dos amigos. George e Gustav já lá não estavam.
Bill- ui que temos dançarina. Daqui a nada temos os gajos todos da discoteca a fazerem fila para dançarem contigo.
Eu- exagerado.
Bill- a sério.
Eu- tolinho. Ainda não te vi a dançar. Bem isso resolve-se já. Danças comigo Billy??
Bill- não me apetecia muito...eu não danço lá muito bem.
Eu- anda lá Billy.- fiz-lhe olhinhos.
Bill- ok vamos lá.
 Fui dançar com ele...dançamos cerca de 8 músicas seguidas, estavamos exaustos e fomo-nos sentar com os outros, mas não estava lá ninguem, o Andreas estava a dançar, o Tom estava a atirar-se a outra gaja, e o Gustav e o George estavam a dançar com umas moças.
Bill- eu estou um bocado cansado. Queres ir já para casa comigo ou preferes ir mais tarde com o Tom??
Eu- *eu queria ficar mais um pouco, mas não queria ir para casa com o Tom* Bill eu queria ficar mais um pouco, não posso ir para casa com o Andreas?? Se ele não se importar claro.
O Andreas que tinha acabado de chegar ouviu o que eu disse e apressou-se a responder:
- claro que não me importo. Eu deixo-te em casa e depois vou para a minha.
Bill- não sei.
Eu- Bill deixa lá, o Andreas é um tipo fix...
Andreas- eu sou um tipo fix.
Eu- e parece ter muito juizinho...
Andreas- se calhar só pareço. A sério Bill, eu tomo bem conta dela, vai lá para casa.
Bill- ok então eu vou.
Antes do Bill se ir embora o Tom veio ter connosco e trazia a gaja ao seu lado.
Bill- mano vou para casa.
Tom- eu fico mais um bocado...estou a divertir-me imenso.-disse e depois beijou a tal gaja.
Eu- *tenho de manter a calma* Andreas 'bora dançar??
Andreas- claro.
Tom- mas tu e o Bill não se iam já embora??
Eu- não. Eu vou mais tarde com o Andreas, o Bill é que vai agora.-virei-me po Bill e dei-lhe 2 beijinhos na bochecha- xau mano.
Bill- cuida-te mana. Xau.
 E lá fui dançar com o Andreas. Mas enquanto isso o Tom e o Bill:
Tom- não a vais deixar ir para casa com o Andreas pois não??
Bill- tu vais continuar a comer essa gaja não?? Porque que tu te podes divertir e ela não??Ah Tom??Diz lá.
O Tom não respondeu.
Bill- xau Tom.
E foi-se embora. 

 

17ºC

Tom continuou com a gaja e eu continuei a dançar com o Andreas...estavamos ambos a divertirmo-nos...
Gaja- então Tom...não tiras os olhos daquele casal. -disse apontando para mim e para o Andreas que agora já estavamos na mesa a conversar e a beber uns copos.
Tom- é a minha irmã que está com o meu amigo tenho de tomar conta dela. Vamos para lá.
Gaja- oh Tom aqui estamos bem.
Tom- então baza. Vá vai te embora.
Gaja- já vou, já vou.
E foi-se embora, o Tom veio ter connosco.
Andreas- Kryx mais um copo??
Eu- acho que chega por hoje.
Andreas- nem mais um copo de Beylice??
Eu- *beylice é a minha bebida preferida* ok, mas só mais um.
O Andreas foi buscar dois copos de beylice e quando voltou estava eu a descutir com o Tom.
Tom- tu não vais beber mais.
Eu- tu não mandas em mim.
Tom- sou teu irmão mais velho.
Eu- tu não és meu irmão. O único que eu considero meu irmão é o Bill.
Tom- porra tu não vais beber e acabou-se.
Eu- vai te fuder Tom.
Tom- contigo até ia.
Eu- eu vi-te a fuderes-te a pouco tempo e não foi comigo.
Andreas- Tom, a Kryxttina está sobre a minha responsabilidade. Ela nem se quer está bebada. Tem calma, diverte-te.
Tom- nós vamos para casa.
Eu- vai tu e não me lixes.
Tom- Kryxttina!!
 Mostrei-lhe o dedo do meio...fuck you.
Andreas- Kryxttina queres dançar??
Estava a tocar um funk...
Eu- 'bora.
 Bebi o meu copo de beylice e fui dançar com o Andreas. O Tom foi comer outra gaja...meu Deus 3 numa noite...e eu amava aquele anormal...
 Estavamos a dançar maravilhosamente bem, mas depois eu comecei a sentir-me cansada...
Eu- Andreas vou para casa sim??
Andreas- eu levo-te.
Eu- vamos??
Andreas- ya.
 Ficamos a espera de um taxi mas como não passava nenhum e nós já estavamos cansados de esperar decidimos ir para casa a pé. Estavamos quase a chegar a casa quando fomos abordados por um grupo de 5 gajos e uma gaja...uma loira que devia ter para í uns 15 anos e os gajos pareciam ter para í 18.
 Gaja loira- olha quem temos aqui...um parzinho de namorados.
Eu- o que tu vais ter na cabeça é que vão ser um parzinho de galos se não nos deixares em paz.
 Gaja loira- a baby girl é bravinha...
Eu-*chamou-me baby girl??Esta já vai ver como é que elas lhe doiem* Olha Andreas e nós que estavamos a descutir se as loiras eram todas burras...agora já temos a certeza...temos a prova viva a nossa frente, são mesmo.
Andreas- Kryxttina vamos embora.- sussurrou-me mas eu ignorei-o.
 Gaja loira- ah??- fez-se de muito ofendida.- Essas dicas de bebés, mesmo infantis.
Eu- o que??
 Gaja loira- será...que...eu...falei...muito...rápido...baby girl- disse super devargarzinho.
Enfiei-lhe um estalo.
 Eu- será...que...te...bati...com...muita...força...bitch- disse ainda mais devagar do que ela tinha dito.
Gajo 1- olha ninguem bate na minha namorada.- empurrou-me.
Eu- oh filho se queres bifes avisa é que depois da surra que te vou dar vais precisar de uns 3 para cada olho.
Andreas- Kryxttina não te metas com eles.
Gajo 2- faz o que o teu namoradinho diz e ve se tens cuidadinho com o que dizes.
 O primeiro gajo chegou-se perto de mim, segurou-me a cara e deu-me 2 chapadinhas como que a brincar.
Gajo 1- não te metas comigo se não levas.
Eu- larga-me se não depois não vais puder ter filhos com essa bitch.
Gajo 1- ela está a ameaçar-me.- largou-me.
 Os outros riram-se.
Andreas- Kryxttina vamos para casa.
Eu- comigo ninguem se mete.
 Pus os meus braços a volta do seu pescoço e dei-lhe um bico no meio das pernas.
Eu- eu avisei-te.-disse-lhe ao ouvido.
 Eles vieram os cinco na nossa direcção como se me quisessem bater a mim e ao Andreas.
Andreas- Kryxttina vai para casa. Foge.-disse empurrando-me para trás.
Eu- e ia perder este espectáculo nem penses.
 Eles começaram a bater no Andreas...a gaja veio ter comigo. Boa agora ia mostrar para que que servem 5 anos de karaté. Pus a gaja a sangrar no chão em menos de 5 minutos e agora ia ajudar o Andreas, ele já tinha posto os 4 gajos no chão, mas o namorado da gaja estava a por o Andreas a sangrar. Isto é que não pode ser.
Eu- hey oh gajo vem meter-te com alguem do teu tamanho.
Andreas- Kryxttina não te metas nisso.
 Olhei bem para a cara dele e estava cheio de sangue, da boca e do nariz. Aí fiquei cheia de raiva daquele gajo.*Nos meus amigos ninguém toca*.
Cheguei-me perto dele, agarrei-o pela camisa, e atirei-o para o chão, pus-me em cima dele e enchi-lhe de socos, conseguiu ficar por cima e enfiou-me um soco na barriga, continuamos a lutar mas depois acabou com ele no chão a sangrar como o resto do grupinho dele.
 Eu e o Andreas apoiamo-nos um no outro e fomos para a casa dos Kaulitz, o Andreas tinha uma chave da casa, ele e o resto dos Th tinham a chave da casa uns dos outros- que loucura- mas fez-nos geito, pois não queriamos que ninguem nos visse naquele estado. Subimos as escadas e estavamos perto do quarto de banho que era onde tinha alcool e o resto das coisas para desinfectar as feridas quando fomos apanhados...

Uma frase: Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama. Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter mais oragem de lutar e sim por não ter mais condições de sofrer... By: Bob Marley


sinto-me: Q jantar ntm ! KidiOliverSaidy
música: Come in with the rain Taylor Swift

publicado por Chinesa11 às 14:32
link do post | comentar | favorito
|

11 comentários:
De Chinesa11 a 19 de Agosto de 2010 às 21:03
olá qerida :)
ainda ontem tive a ver posts antigos e sim é vdd, akela fika fikou incompleta pk afastei-me temporariamente dos blogs e tb nao dei continuaçao a essa fic...
Talvz tente acaba-la...

obrigada por comentares


De filipa a 20 de Agosto de 2010 às 12:05
ok obrigado,mas ela estava ser muito fixe...se continuares diz


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...