Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010
O 4º elemento do meu trio_18º C

Fomos apanhados pelo Bill.
Bill- Kryxttina??Andreas??- quando olhou para as nossas caras cheias de sangue- o que é que vos aconteceu??
Kryxttina- Bill volta para cama.
Chegou-se perto de nós e olhou para as nossas feridas com cara de espanto e de horror.
Bill- o que é que se passou?? Olha vão já para o quarto e eu levo-vos lá qualquer coisa para desinfectarem isso.
Fomos para o meu quarto e dos manos Kaulitz e ficamos sentados na minha cama a conversar.
Andreas- devias ter ido para casa...eu pedi-te que o fizesses.
Eu- se o tivesse feito a essa hora estarias no chão da rua a sangrar.
Andreas- sei defender-me muito bem. Agora o Bill nunca mais confia em mim...deixei que magoassem a sua irmã.
Eu- não sou nenhuma boneca sim. Opah protegi-te, desculpa sim, da próxima deixo que eles te mandem po cimitério.
Andreas- ok, desculpa e obrigada por me teres salvo.
Eu- tu também ajudas-te...tu deste conta daqueles 4 gajos...se não fosses tu não sei se estaria aqui.
Andreas- na boa. Mas lutas super bem, tens de me ensinar uns golpe'zitos.
Eu- 5 anos de karaté, não é para menos. Cinturão preto.
Andreas- és mestre??
Eu- ya.
Andreas- diz-me mais coisas sobre ti que eu não sei...
Eu- se pudesse pegava numa borracha apagava a minha vida até ter conhecido o Tom...
Andreas- porquê?? É practicamente a tua vida toda...
Eu- pois é... mas não me apetece falar nisso.
O Bill chegou ao quarto e trouxe com ele uma caixa de primeiros socorros.
Bill- Kryxttina vais ficar um bom tempo sem sair de casa. Já viste como tens a cara?? E Andreas és um irresponsável, ela só tem 13 anos, devias ter tomado conta dela, tê-la protegido...-continuou a falar, pelo andar da carroagem só ia acabar daqui a um ano, por isso eu interrompi-o.
Eu- Bill a culpa não foi do Andreas.
Andreas- não Kryxttina o Bill tem razão eu fui um irresponsável. Devia ter cuidado bem da tua irmã Bill,desculpa, compreendo se nunca mais voltares a confiar em mim. Bem xau Kryxttina, xau Bill e desculpa mais uma vez.
 E saiu do quarto do Bill.
Eu- Bill tu és parvo ou que?? Um grupo de 5 gajos e uma gaja abordaram-nos e eles queriam bater-nos,o Andreas mandou-me ir para casa e ele queria enfrentar-los sozinhos, não queria que nenhum deles me fizesse mal, e mal o primeiro veio para nos atacar ele começou a lutar com eles. Se não fosse ele eu poderia estar morta. Eu só não vim para casa por teimosia minha e porque ele podia precisar de mim, ele tratou dos 4 gajos e eu da gaja e de 1 dos gajos, porque ele já não se aguentava em pé da surra que levou. Por isso vai atrás do Andreas e pede-lhe desculpas.
 O Bill ficou parado a olhar para mim ainda a processar tanta informação dada de uma só vez.
Eu- BILL AGORA.- gritei-lhe.
 Ele que estava de pijama saiu a rua e ainda conseguiu ver o Andreas ao fundo da rua.
Bill- ANDREAS DESCULPA.- gritou.
 O Andreas virou-se e foi ao encontro do Bill. Abraçou o amigo.
Andreas- desculpas aceites. Mas Bill...- disse quando se separou dele- acho que acordas-te a vizinhança.
Bill- esses anormais dormem que nem uma pedra. Anda pa minha casa, desinfectar essa cena, e dormes em minha casa...
Andreas- ai que eu vou dormir na mesma casa que Kryxttina...e no mesmo quarto uiui- disse de forma perversa.
 O Bill deu-lhe uma chapada devagar na cara.
Bill- ve lá. É minha irmã ela, sim??
Andreas- claro, vamos ser conhadinhos amigo.
Bill- vê lá ham, vê lá.- disse no gozo.
 Voltaram para casa e foram para o meu quarto e o dos manos Kaulitz onde eu me encontrava deitada na cama, mal os vi a entrarem levantei-me, mas voltei a cair com uma forte dor na barriga, olhei para a minha blusa e estava cheia de sangue.
Bill- mana a tua blusa está toda suja de sangue.
Eu- nada de mais.
Ele chegou-se perto de mim e levantou-me um bocado a blusa quando viu que tinha uma cicatriz que estava aberta ficou a olhar para mim...mas eu não lhe podia contar que me auto-mutilava.
Eu- Bill está tudo bem, é só o corte.
Bill- é só um corte??Andreas anda cá ver isto e diz-me se isso não é uma cicatriz.
 O Andreas aproximou-se de mim ajoelhou-se a minha frente mas eu tapei a ferida, pondo a blusa para baixo de novo.
Eu- deixem-me sim? Se isto for uma cicatriz volta a cicatrizar de novo sozinha.
Bill- então admites que é uma cicatriz??
Eu- eu disse se.
Andreas- posso ver??
Eu- não.
Andreas- Kryxttina por favor. Eu prometo que não toco.
 Pronto mostrei-lhe a cicatriz, era de um dos cortes que tinha na barriga feito com a cut, com a luta alguem deve me ter dado um soco na barriga e a cicatriz abriu.
Andreas- Kryxttina isso é uma cicatriz aberta e está a sangrar muito. Precisamos de te levar ao hospital para te darem pontos.
Eu- nem penses. Eu não vou para hospital nenhum.
Andreas- mas precisas de ir.
Bill- o Andreas tem razão. Não sejas teimosa.
Eu- eu sou teimosa. Não vou para o hospital. Desculpem.
Andreas- eu sei fazer isso. Bill tens linha e uma agulha??
Bill- sim porque??
Andreas- vamos esterelizar uma agulha e depois eu coso a cicatriz da Kryxttina.
Eu- oh Andreas mas é que nem penses.
Andreas- preferes ir para o hospital??
Eu- não.
Andreas- óptimo, então vou ser eu a coser-te a cicatriz.
 Eu- tudo bem, Andreas. Mas Bill não contes nada aos teus pais.
Bill- nossos pais, ok.
Eu- teus.-disse em voz baixa para que ele não me pudesse ouvir.
Depois virei-me para o Andreas.
Eu- mas antes vou desinfectar-te esses ferimentos.
Andreas- não é preciso.
Eu- não te perguntei nada.
Andreas- mas eu disse qua não é preciso.
Bill- anda lá Andreas.
Eu- Andreas se não me deixas desinfectar-te isso não te deixo coseres-me a cicatriz.
Andreas- ok, ok.
 Pronto, eu já tinha desinfectado todos os meus cortes, e agora estava a desinfectar os do Andreas, ele tem uma pele tão macia, tocar-lhe é uma divindade...
 Andreas- ai.
Eu- desculpa. Já está.
 Pegou-me nas mãos e pos-mas na sua cara, junto com as suas.
Andreas- adoro o teu toque. Preciso dele.
Eu- adoro a tua pele. Toca-la é...
Bill- olhem meninos eu estou aqui...e essa conversa é melhor acabar por aqui *o meu irmão ama-a e sinto que ela também o ama...como é que isso foi acontecer...raios*.
Eu- calma Bill, estavamos só a falar.
Andreas- então vamos lá esterilizar a agulha.
Bill- ok, vamos.
 Lá foram os dois esterilizar a agulha, mas sem fazerem quase barulho nenhum para não acordarem os pais. Voltaram e o Andreas coseu-me a cicatriz. Agradeci-lhe e como a minha roupa estava toda cheia de sangue o Bill emprestou-me uma blusa do Tom para dormir, e o Andreas como estava com a blusa cheia de sangue dormiu sem camisa, só de calças.  Eu dormi na minha cama, e o Andreas no bliche com o Bill. O Andreas na cama de baixo e o Bill na de cima.
Eu- *ai aquele corpinho...ai o corpinho do Andreas, Kryxttina!!...ai e essa camisa tem o cheiro do Tom, pronto estou doida só pode, vou lá abaixo beber um copo de leite*
 Estava a sair do quarto quando o Andreas dá por mim e me chama:
- Kryxttina onde vais??
Eu- *pensei que estivessem os dois a dormir* vou lá abaixo beber um copo de leite.
Andreas- vou contigo.
Eu- ok.
 Fomos lá a baixo e quando acabamos de beber o leite e estavamos para voltar po quarto quando ouvimos uns gritos e decidimos ver o que é que se passava.

 

 

Parte de uma música: More than words Is all you have to do to make it real Then you wouldn't have to say That you love me 'cause I'd already know [...] Now that I've tried to Talk to you and make you understand All you have to do is Close your eyes and just reach out your hands And touch me, hold me close Don't ever let me go [...]More than words Is all I ever needed you to show Then you wouldn't have to say That you love me 'cause I'd already know[..]What would you do if my heart was torn in two? More than words to show you feel That your love for me is real !


sinto-me: Mau-humor pk fikei a seca 1:40
música: I love the way you lie- Eminem e Rihanna

publicado por Chinesa11 às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De Diiane a 23 de Agosto de 2010 às 20:57
Ah AMEI
Eu sabia que era o Bill >.<
Coitada dela deve ter-lhe doido! O.o
Quero Mais ^^
Beijinho


De Diiane a 23 de Agosto de 2010 às 21:17
Novo capitulo na minha fic dedicado a ti. ^^


De dluica a 23 de Agosto de 2010 às 21:05
primeirrraaaaaaaaaaaaaaaaaaa


De dluica a 23 de Agosto de 2010 às 21:06
amei quero mais
posta rapido

ja reparaste estamos ambem viciadas na mesma musica?!

posta rapido bjs


De dk a 23 de Agosto de 2010 às 21:38
HallO!!

Oh eu adorei este cap!
Mas ela e o Andreas já começam a ficar demasiado proximos! Ela não gostava do Tom!? mas ele anda todo entretido com outras!!

Bill controla esse pessoal. =)

Quem gritou?!

Kuss


De filipa a 23 de Agosto de 2010 às 22:59
mete hoje outro!adorei o cap +.+


De Chinesa11 a 24 de Agosto de 2010 às 00:13
Olá :)
Desculpa nao vou puder postar outro hoje, pk o meu irmao tá a usar o cabo usb e eu preciso dele pa passar o cap. do ipod po pc
Mas amanha eu posto
Prometo ! :)


De JezzTH a 24 de Agosto de 2010 às 01:01
Ui gritos?
É o Tom só pode, mas porque ? :S
Se fosse o Tom a defende-la nao lhe tinham aberto a cicatriz decerteza XD
Aqueles músculos, uiiii :P
Tens de postar mais, o mais cedo possivél amor *.*


De iogurta; ♥! a 24 de Agosto de 2010 às 13:57
Olá.
Gostei do capitulo. ^^
Ainda bem que foi o Bill a apanha-los, nem quero imaginar se fosse a D.Simone.
O Bill quando quer sabe mesmo ser um chato... ele nem deixou o Andreas explicar-se. Mas ainda bem que ela o chamou à razão. :)
Gritos!? Só pode ser o Tom!!! :/
Quero mais, por favor.
Beijinhos (:


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...