Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010
O 4º elemento do meu trio_24º e 25º C

 Olááá meninas +.+

Tou msmo feliz +.+

 E peço desculpas por esse tempo sem postar, mas é complicado pk só tnho net num pc e é no pc do meu irmao e quando tou em casa ele tb tá e tá sempre a utilizar -.-' Hoje ele saiu e eu nao, por isso aproveitei... OBrigada msmo por terem comentado...

 Parte do meu sorriso deve-se a voces !

E desculpem se perdi algum capítulo das vossas fics-.-' Vou tentar le-los ainda hoje...

 Desculpas a Jezz, qeria msmo ter estado ctg...e sim isso nao vai mudar nd a nossa amizade, pelo menos da minha parte, pq continuo a gostar muito de ti !

 Ontem a noite+.+ Bairro Alto+.+ M.A+.+ e another amiga xD

 

E ficam 2 capítulos:

 

Tom- como irmã mãe, claro que a amo.
 Simone- pensei noutra coisa deixem lá.
 Acabamos de almoçar todos e fomos as compras...compramos de tudo...
 Acabamos as compras por volta das 18 horas...
Tom- podemos ir jantar fora??
Bill- convidamos a mãe para vir connnosco??
Tom- sabes que ela não vai querer vir...
Bill- ok...podemos ligar ao Andreas para vir connosco...
Eu- ya.
Tom- façam o que quiserem.
Eu- se calhar eu fico em casa. *se calhar assim o Tom já goste da ideia do Andreas ir, não quero que fique um mau ambiente entre eles por minha causa*
Tom- tu vens, ele é que não.
Bill- Tom.
Tom- então olha não vou eu.
 Bill- Tom estás a ser infantil...
Tom- tá bem eu vou, mas depois se eu ficar o jantar todo calado não me chateiem.
 Eu- ok, Tom, ganhas-te, não convidamos o Andreas...deixa lá Bill.
Bill- não Kryxttina, o Tom está a ser muito mimado.
Tom- não estou a ser mimado simplesmente não gosto de ver a rapariga que amo com outro.
Bill- acostuma-te Tom.
Eu- se eu ficar em casa já não me tens de ver com ele, prontos.
Bill- Tom...
Tom- Kryxttina desculpa, vamos ligar ao Andreas a convidar...e tu também vens.
Eu- ok. Bill toma o teu telemóvel- entreguei-lhe- havia me esquecido de te entregar.
Bill- não faz mal, também não me lembrei.
 O Bill ligou-lhe e depois ele quis falar comigo...
Eu- sim...mas...tá bem...amo-te...vou perguntar ao Bill...eu, o Bill e o Tom??
Andreas- alo amor...não posso ir jantar com vocês...desculpa...amo-te...pergunta ao Bill se querem vir dormir a minha casa hoje...ya.
Eu- espera amor já te ligo.- e desliguei o telefone.- querem ir dormir a casa do Andreas hoje??
Bill- claro.
Tom- não.
Eu- eu vou.
Tom-*não a vou deixar na mesma casa que ele* ok, então também vou.
 Liguei ao Andreas a avisar que sim, iamos todos dormir a casa dele. Fomos jantar a um restaurante de comida chinesa, e depois fomos para casa do Andreas...claro que antes avisamos a Simone. Quando la chegamos o Andreas comprimentou-me logo com um simples tocar de lábios.
 Andreas- olá princesa.
 Eu- olá Andreas.
 Andreas- olá Tom, olá Bill. Entrem o Gustav também está cá.
 Tom- olá.
 Bill- olá.
 Passamos a noite a ver filmes e a jogar até que alguém teve a maravilhosa ideia de jogarmos verdade ou consequencia: o Tom. Todos aceitamos...e lá fomos nós para uma sala jogar, felizmente os pais do Andreas não estavam em casa o que significava que estavamos mais a vontade.
 Rodamos a garrafa e calhou o Tom a mandar-me fazer algo...
Tom- verdade ou consequencia??
Eu- verdade.
Tom- é verdade que já mentis-te a alguem sobre os teus sentimentos??
Eu-*percebi a indirecta, mas vamos faze-lo sofrer* Sim.
Tom- sim??
Eu- verdade.
Tom- hum, ok.
 Rodamos a garrafa de novo e calhou o Gustav a perguntar ao Bill.
Gustav- Bill és gay??
Bill- falso. Estúpido.
Gustav- haha consequencia...1- dás um beijo no pescoço da Kryxttina. 2- vais lá para fora e gritas que és gay assumido. 3- ou dás um beijo ao Andreas na boca.
Tom- a terceira era gira de se ver.
Eu -não, não era.
Andreas- eu vou me vingar Gustav.
Gustav- ui tou cheio de medo.
Bill- eu escolho a terceira...dar um beijo na boca do Andreas.
Andreas- mas tu tás parvo ou que??
Bill- Andreas eu não posso lutar contra isso eu amo-te.

25ºCapítulo:

 

O Bill aproximou-se do Andreas para o beijar, mas o Andreas ia recuando e derrepente o Bill vira-se para mim e dá-me um beijo no pescoço.
 Tom- oh Bill a boca do Andreas era melhor.
 Bill- deves pensar que sou gay.
 Eu- ai enganaste-nos bem, por momentos cheguei a pensar que amasses o Andreas.
 Bill- achas?? Que nojo, ele é todo teu maninha.
 Andreas- eu mato-te Bill, meu perfeito anormal.
 Bill- ai que stress. Estava a brincar...mas se quiseres um beijinho, anda cá Andreas.- disse correndo atrás dele pela casa.
 Gustav- rapazes parem com a brincadeira e vamos jogar.
 Andreas- eu vou-me vingar Gustav.
 Gustav- voltas a ameaçar-me e verás. Kryxttina estás a namorar com o Andreas??
 Eu- ya.
 Gustav- eu e o George sabiamos. Nós somos de mais.
 Tom- *controla-te Tom* então vamos jogar??
 Todos- ya.
 Voltamos a girar a garrafa e calhou o Gustav a perguntar ao Tom.
 Gustav- verdade ou consequência??
 Tom- consequência.
 Gustav- 1- corres nu pela rua acima...2- deixas que cada um de nós te atire com um balde de agua fria...ou 3-
 Tom- ou 3?? Sim porque eu odeio agua fria e a primeira nem se fala.
 Gustav- vou me vingar Andreas'zito. Tu beijas a Kryxttina na boca, mas quero um beijo daqueles de cinema.
 Andreas- opah Gustav a Kryxttina é minha namorada.
 Gustav- é só um jogo.
 Tom- a terceira.
 Eu- não aceito. Desculpem mas eu tou a namorar com o Andreas. Gustav!!
 Tom- Kryxttina é um jogo.
 Eu- não.
 Andreas- podes faze-lo, também é só um jogo...mas que seja rápido.
 Eu- mas eu não quero.
 Andreas- amor...prova a esses anormais que tu és superior as palhaçadas deles.
 O Andreas chegou-se perto de mim agarrou-me a cara e beijou-me.
 Gustav- é um desses beijos que tens de dar ao Tom.
 Bill- uou. Este jogo está a aquecer.
 Eu- ok, que seja.
 O Tom segurou na minha mão, levantou-me e encostou-me a parede, pos as suas mãos na minha nuca, enquanto eu pus os meus braços a volta do seu pescoço e encostou os seus lábios do meu, foi um beijo ao princípio calmo, mas que logo foi ficando rebelde. Tenho de admitir que pude comparar melhor o beijo do Andreas ao do Tom e o que prefiro é o do Tom sem sombra de dúvidas, tinhamo-nos esquecido que aquilo era um jogo e continuavamos aos beijos, mas agora com amor, até que fomos interrompidos pelo Andreas que me puxou para ele e me beijou, mas logo me separei dele.
Eu- acho que mereço respirar não??
Andreas- ok, amor.
Eu- eu estou com uma dor de cabeça dos diabos...Andreas onde é que vou dormir??
Andreas- comigo no meu quarto amor.
Eu- Andreas...
Andreas-sim??
Eu- *não me está a apetecer dormir com ele, depois do beijo do Tom estou tão confusa, que só me apetece estar com o Tom* onde é o teu quarto??
Andreas- eu levo-te lá amor.
Tom- olhem também vou dormir já.
Bill- me too.
Gustav- eu tou cansado, também vou.
Andreas- epah vamos todos então. Bill, Tom, Gustav vocês dormem no quarto de visitas que já sabem onde é. Tem 2 camas e 1 colchão, decidam quem dorme nas camas e quem dorme no colchão.
Tom- cama.
Bill- cama.
Gustav- colchão.
Andreas- alguém leva a Kryxttina ao meu quarto que eu preciso de ligar aos meus pais...
Tom- eu levo... 
 O Tom levou-me ao quarto do Andreas enquanto o Bill e o Gustav foram para o quarto de visitas. Quando chegamos ao quarto do Andreas, sentei-me na cama e o Tom sentou-se ao meu lado.
Tom- o meu beijo deixou-te a pensar não foi??
Eu- talvez.
Tom- bem me pareceu que sim.
 Começou a aproximar-se de mim...
Eu- Tom...pára...pára Tom- disse enquanto ia para trás.
 O Tom cada vez estava mais perto de mim até que...
 Fomos interrompidos pelo Andreas que entrou no quarto.
Eu- obrigada mano por me trazeres até ao quarto.
Tom- *não sou teu irmão Kryx* de nada. Boa noite.
Eu- boa noite.
Andreas- boa noite.
 O Tom saiu do quarto deixando-me a sós com o Andreas. O quarto dele só tinha uma cama de casal...iamos ter de dormir juntos...
Eu-*bonito serviço...vou dormir na mesma cama que ele...lindo*
Andreas- se quiseres posso dormir no chão...
Eu- claro que não. Dormimos os dois na cama...
 Andreas-ok. Queres uma blusa minha para dormires??
Eu- não é preciso obrigada, durmo mesmo assim.
 Andreas- ok.
 Deitei-me e liguei o candeeiro, ele tirou as calças e a blusa que trazia vestidas, não resiti e olhei para ele.
Eu-*ai que corpinho...ele só de boxers é um espanto*
Andreas- importas-te se dormir assim??
Eu- não, não.
 Deitou-se ao meu lado, eu estava virada para ele. Beijou-me.
Eu- custumas trazer muitas gajas para o teu quarto??
Andreas- porquê??
Eu- cama de casal, desde que eu saiba não és casado.
Andreas- não, não custumo linda, gostei da cama e comprei-a...não tinha cama de solteiro assim.
Eu- hum...ok.
 Beijou-me. Passei a minha mão pela barriga dele tão bem definida.
Eu- *cada divisória* desculpa.- retirei logo a minha mão.
 Ele pegou nela e voltou a colocar onde estava.
Andreas- a vontade.
Eu- Andreas...
Andreas- shiu.- beijou-me.
  Passou as suas mãos por dentro da minha blusa...

 

Parte de uma música : Eu gosto tanto de você Que até prefiro esconder Deixo assim ficar Subentendido Como uma idéia que existe na cabeça E não tem a menor obrigação de acontecer [...] Pode até parecer fraqueza Pois que seja fraqueza então, A alegria que me dá Isso vai sem eu dizer Se amanhã não for nada disso Caberá só a mim esquecer E eu vou sobreviver... O que eu ganho, o que eu perco Ninguém precisa saber


sinto-me: Bairro:D || Adr o Grande Amigo
música: If I had you - Adam Lambert

publicado por Chinesa11 às 01:49
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De danceandtokiohotel a 17 de Setembro de 2010 às 16:12
Oh e eu a pensar que ia chegar aqui e ver outro cap novinho :X Vá lá, posta rápido o próximo, uma pessoa fica mortinha por saber o que vem a seguir !
Kiss :DD


De Chinesa11 a 17 de Setembro de 2010 às 20:51
Desculpa, mas nao tou a passar uns dias em casa do meu irmao e nao tnho o cabo do ipod k é onde tá a fic toda escrita..


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...