Quarta-feira, 25 de Junho de 2008
Final!

   Este é o último capítulo...desculpem não ter postado antes...mas ainda não tinha esse capítulo escrito...por isso só posto o próximo que vai ser uma one shot, se tiver mais de 2000 comentários...bjs aqui fica mais um:

Ps: obrigada a quem comentou e a quem acompanhou a minha fic. bjs, espero que tenham gostado e digam-me o que acharam de toda a fic e deste cap. Mais uma vez obrigada.

 

 

Eu: deixa-me ir Tom.

 Tom: e abandonas-nos a todos aqui? Abandonas-me?

  Eu: eu não posso Tom, por favor não tornes isso mais difícil do que já é.
Nesse momento a Bárbara e o Gustav chegam.

Bárbara: Karine , o que é que se passa aqui?

Eu: Bárbara sabes que sempre foste como uma irmã para mim e que eu te adoro muito.-disse com a cabeça entre as pernas, tentando parar de chorar.

Bárbara: porque que me estás a dizer isso?
 

 

Bill: é melhor eu contar-te isso depois.

 

Eu: Bárbara, Gustav, Tom, Bill...- fiz uma pausa.- vão-se embora por favor.

Tom: eu não te posso deixar aqui sozinha nesse estado.

Bárbara: QUAL ESTADO? ALGUÉM IMPORTASSE DE ME EXPLICAR QUE RAIO SE ESTÁ A PASSAR AQUI?- disse já aos berros.
Bill: Bárbara eu depois explico-te tudo.

Bárbara: depois uma ova. Eu quero saber e é agora.

Eu: A DEBS ATIROU-SE DESSA FALESIA PORQUE O BILL A TRAIU COMIGO E AGORA EU TENHO DE ME ATIRAR E ESSES ABÉCULAS[TOM E BILL] NÃO ME PERCEBEM. AGORA VÃO SE EMBORA!

Bárbara: eu não te vou deixar aqui sozinha Karine. Não te vou deixar cometer nenhuma loucura.

Eu: vão se embora.- parei um bocado, respirei fundo e pedi.- por favor.

Tom: deixem-na aqui comigo.

Bill/ Bárbara: mas...

Gustav que tinha estado calado até agora sem perceber nada daquela situação finalmente falou.

Gustav: Bill, Bárbara vamos. 

Tom: obrigado.

Eles foram-se embora, o único que não chorava era o Gustav mas demonstrava tristeza por tudo isso, pois com o tempo tinhamo-nos tornados bons amigos.

Fiquei ali eu e o Tom.

Eu: Tom é melhor ires.

Tom: se tu saltares eu vou contigo.

Eu: não vais cometer um erro desses.

Tom: erro é ficar longe da pessoa que amo.

Eu: mas...- fui interrompida pelo Tom.

Tom: mas tu é que sabes. Só quero que saibas que se te atirares eu vou atrás.

Eu: Tom se tu morreres vais deixar um monte de pessoas que te amam a sofrerem.

Tom: e tu não?

Não respondi.

Eu: Tom será que tu não percebes? A minha melhor amiga morreu por minha causa.

Tom: tu é que não percebes Karine. A Debs tomou a decisão dela. Pára de te culpar.

Eu: a culpa foi minha.

Tom: a única culpa que tu vais ter é da minha morte se continuares com essa ideia ridícula de te atirarares.

Eu: Tom.

Ele abraçou-me.

EU: nunca me deixes.

Tom: nunca amor.

Deitei-me nas suas pernas e deixem-me adormecer com as carícias que ele me fazia no cabelo.

Passado algum tempo acordei, dei conta que ele ainda permanecia acordado, já era noite e ele parecia muito cansado.

Eu: Tom não dormis-te esse tempo todo?

Tom: não.

Eu: porque que não descansas um pouco agora?

Tom: para que? Para quando acordar olhar lá para baixo e ver o teu corpo a esvair-se em sangue.Não obrigada.- disse desiludido comigo.

Eu: porque que te preocupas tanto comigo?

Tom: porque te amo "fodex". Tu não percebes que eu me preocupo contigo e que sem ti não vivo.

Eu: e tu não percebes que perdi a minha melhor amiga, practicamente uma irmã para mim POR MINHA CULPA. Não percebes o quanto sofro por causa disso.

Ficamos em silencio uns tempos.

Tom: eu vou sofrer o mesmo ou mais se tu te atirares.

Eu: e se eu não conseguir Tom? E se um dia eu for fraca e vier ver essa imagem e decidir atirar-me?

Tom: isso não vai acontecer.

Eu: como é que podes ter tanta certeza disso?

Tom: porque eu vou estar contigo. SEMPRE.

Ele abraçou-me.

Eu: Tom e agora?

Tom: agora vamos para casa que eles devem estar preocupados contigo.

Eu: mor, eles devem estar super chateados comigo.- fiz uma pausa e olhei-lhe nos olhos.- como tu estás agora.

Tom:- segurando-me a cara de forma a que o encarasse nos olhos e que prestasse atenção ao que ele ia dizer.- eu não estou chateado comigo. Estou triste porque quase te perdi.

Eu: perdoa-me.- as lágrimas já relovam-me no rosto.

Tom: não há nada para perdoar.

Limpou-me as lágrimas.

Tom: vamos?

Eu: não tenho coragem.

Tom: tens. Eu estou contigo.

Eu: ok eu vou.

Tom: ainda bem. Amo-te.

Beijamo-nos. Aqueles lábios fazem-me ir ao céu com ele tocar nas estrelas e voltar, sempre a sorrir.

Eu: amo-te.

[...]

Chegamos a casa, mal entrei vi na sala: o Gustav, o George, a Ana Sofia, o Bill e a Bárbara.Todos vieram ao meu encontro, notava-se que tinham estado a chorar, como eu fui igoísta ao ponto de fazer sofrer tais maravilhosas pessoas.

Eu: desculpem a todos por isso.- disse sem olhar na cara de nenhum deles.

Bárbara: opah ficamos tão preocupados contigo.- abraçou-me.

Tom: acho que é melhor descansares.

Olhei para o Tom e asssenti com a cabeça, as lagrimas teimavam em cair da minha cara. Fui para o meu quarto e deitei-me na cama a pensar. Passados penso que cinco minutos oiço um bater na porta do quarto. Era o Bill entrou e sentou-se na cama ao meu lado. 

Bill: tive tanto medo de te perder.

Eu não respondia simplesmente o ouvia com a máxima atenção.

Bill: podemos continuar amigos?

Agora tive de responder.

Eu: Bill.-disse a medo.- tu nunca foste meu amigo. Sempre foste o meu melhor amigo, tu o meu primo e o Diogo...mas tu és, eras...foste...

Bill: diz.

Eu: Bill tu...

Bill: eu...

Eu: és um irmão para mim.

Bill: tu já sabes o que és para mim? Eu amo-te.

Eu: sim sei, mas prefiro não tocar no assunto pode ser Bill?

Bill: claro. A Bárbara, a Ana Sofia, o Gustav e o George queriam vir ver-te pode ser?

Eu: claro.

O Bill foi chama-los, entraram e ficaram a conversar comigo, reparei que o Tom não tinha vindo, talvez tivesse cansado...ou talvez estivesse mesmo chateado comigo.

 Já se fazia tarde e todo o mundo foi dormir, estava realmente preocupada com o Tom, ele entrou no quarto, não disse nada deitou-se na cama ao meu lado e fechou os olhos.

Eu: mor o que é que se passa?

Tom: nada. Tenho sono mais nada.

Beijei-lhe os lábios de leve.

Eu: acredito.-disse de forma irónica.

Tom: opah deixa-me dormir.- E virou-se para o outro lado da cama.

Notava-se que ele estava chateado. Não respondi simplesmente também me virei, ficamos os dois de costas um para o outro. 

Estava quase a conseguir dormir quando sinto ela a abraçar-me, tinha se virado.

Tom: desculpa bebé.-disse-me ao ouvido.

Virei-me para ele.

Ele beijou-me de leve nos lábios, a qual beijo eu não correspondi.

Tom: tive medo de te perder e dei conta que tu a quereres atirar-te não pensas-te em mim então...pensei que não fosse importante na tua vida.

Eu: não percebi essa.

Tom: tu querias atirar-te e não pensas-te no quanto eu iria sofrer por te perder...então eu pensei que...não significava nada de especial para ti. Mas depois ao deitar-me aqui ao teu lado e ver o quanto estúpido eu estava a ser, queria pedir-te desculpas. 

Eu: é claro que és especial para mim, e naquele momento eu não estava a pensar em nada, só me passava pela cabeça que a minha melhor amiga tinha morrido por minha causa.

Tom: mas não foi por tua causa.

Eu: não sei Tom.

Tom: amo-te.

Eu: eu também. Já te passou o sono?

Tom: acho que me podes fazer passar o sono não?

Eu: não me parece, agora eu tenho sono.

Tom: ai mas eu não.- disse agarrando-me e mexendo no piersing com a lingua. 

Eu:  seu perverso.

 

Tom: mas tu gostas?

 

Eu: claro que gosto. Olha tou a pensar em fazer  um piersing na língua.

 

Tom: não.

 

Eu: ham? desculpa.

 

Tom: para depois me provocares é? Nem sonhes...

 

Beijou-me...fomonos beijando e as nossas roupas foram caindo pelo quarto...xD [De resto voces sabem o que aconteceu]...

 

A meio da noite ouvimos uns gemidos do quarto do Bill, eu e o Tom espreitamos pelo buraco da fechadura, e O.O, o Bill um sexgott, meu Deus...eu e o Tom desatamos a rir. Acho que o Bill nos ouviu e veio abrir a porta.

 

Bill: o que é que estam aqui a fazer?-disse só de boxers.

 

Tom: então? O menino virou sex gott?

 

Apareceu uma gaja ao lado dele , com  um vestido super curto. Deu um beijo ao Bill e o Bill deu-lhe uma palmada no rabo.

 

Gaja: xau. Sex Gott.

 

Bill:  até um dia.

Eu e o TOm só nos riamos com aquela cena.

 

Bill: a vida tem de ser aproveitada. E também ouvia-se uns barulhos do vosso quarto

 

Eu: oh tu cala-te sim?

 

Bill: ok, ok. Boa noite pombinhos.

 

Eu: boa noite Bill.

 

Tom: boa noite meu sucessor.

 

Fomos dormir. 

 

 O Bill tornou-se mesmo num sex gott e Gustav ficou com a Bárbara e tiveram 2 filhos, a Ana Sofia e o George tiveram um filho e adotaram uma filha...compraram uma casa para todos e continuaram com as suas vidas, claro que a Bárbara e a Ana Sofia reclamavam sempre com o Bill porque todas as noites, e eram mesmo todas levava uma rapariga nova para casa e era uma má influencia para as crianças.

 

Perguntam-se sobre mim e o TOm?

Não se preocupem nós ficamos bem fomos fazer uma viagem por vários paises que gostassemos de conhecer, fomos até ao Havaii, onde eu quase fiquei grávida porque o doido do Tom esqueceu-se de usar protecção, e depois eu super preocupada quando lhe contei desatou-se a rir e disse que esse era só o primeiro. Resumindo e concluido estamos todos bem e felizes e todos os dias a noite oiço um AMO-TE verdadeiro do Tom que muitas raparigas gostavam de fazer o Tom dize-las e não conseguiram, mas eu, eu sim consegui mudar o Sex gott para mein gott.

 

                                                                   Fim


sinto-me: happyfim da minha primeira fic
música: ...

publicado por Chinesa11 às 14:23
link do post | comentar | favorito

24 comentários:
De scorpion flower ♥ a 25 de Junho de 2008 às 16:04
eu nao tenho comentado ms digo.te k acompanhei sempre esta fic amo amo amo....é linda


De *dany* a 25 de Junho de 2008 às 20:31
gxteii muito,muito,muito mesmo!
e agora eu fico a pensar donde veiio essa imaginaçaõ toda???lol...kero uma resposta!!
bjx da tua skater!


De Joaninha_k a 25 de Junho de 2008 às 20:37
Ui I`m gona miss a lot this Fic!!!!!!
I loved a LOT REALLY REALLY A LOT!!!!

PS: DEu-me a panca para escrever em Inglês n sei pk....enfim

BJS / Kiss/ KUss

PS2: com aquele anti sapace n consig comentar cm deve ser se puderes tira as letras ok, que depois coment mais tá??


De Chinesa11 a 25 de Junho de 2008 às 21:19
olha não sei como é que se faz isso...mas bgd pelo comentário...fico feliz por teres gostado da fic...e bgd por teres comentado tão regularmente...bjs


De *dany* a 25 de Junho de 2008 às 20:43
essa é uma das hiistorias em que eu olho pro´fim e digo:isso ñ é normal,,taõ perfeito......mas epáh o ke é ke eu posso dizer mais?AMEIIIIIIII
P.S:(tó com medo de ñ gxtares=)
BJX GANDES


De Chinesa11 a 25 de Junho de 2008 às 21:24
ñ t preocupes pk gostei...fiko feliz por teres gostado da f.f bjs


De Harinnie d(^.^)b a 25 de Junho de 2008 às 21:20
O mais giro nisto tudo ... É que eu não li metade dos capitulos anteriores, portanto tô á nora...
Mas pronto... Foi um erro meu :'x

Estou á espera da proxima para a ler DO INICIO, e não começar a lê-la pelo fim xD

[ Gosto do fim, mesmo sem ter lido o inicio *_______* ]

beijinho <3


De TH4EVER a 25 de Junho de 2008 às 21:43
Bem.. kuaxe k chorei por ter acabado... eu n leio as fics á mt tempo e esta foi a primeira k komexei a ler...
max pronto acabou...
entretanto ja li outrax fics e exta foi xmp akelA + expexial prk foi a 1ª fic...
bem, next fic... x'D


De Joaninha_k a 26 de Junho de 2008 às 09:14
UPI J conseguists tirar as letras, eu s vi que me respondests ao meu comentário hj, pk j te vinha explicar cm s tiravam as letras....
Bem mas como j tá, passando à frente n assunto:

AMEI
ADOREI
GRITEI
CHOREI
SORRI
E VOU FICAR COM SAUDADES DEST FIC
PK GOSTEI TANTO TANTO DELA^^


BJS/KUss


De Verα a 26 de Junho de 2008 às 11:21
Skate ? É a minha bidinha ! <3 Amo andar ! :D

E tu , gojtas de andar ? ;D

Beijo *


De *dany* a 26 de Junho de 2008 às 16:17
ta muito giru,giru,giru,giru,giru!!
bjinhos (kero ver o Skater Boy=*)


De Verα a 26 de Junho de 2008 às 17:20
LOL ! Guitarra não sei tocar maj skate OMG é a vida ! <3

Beijo ;D


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...