Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008
VII Capítulo - Acho que fiz asneira, mas não me sinto mal!!!

Acordei as 8 da manhã e fui acordar a Debs.

Debs- Oh Bill, vai te catar...deixam-me dormir.

Eu- DEBS!!!!!, não é o Bill, sou eu a Karine.

Debs-ah,oh Karine deixa-me dormir.

Eu- não consigo dormir mais, recebi uma mensagem do Diogo a convidar-nos para irmos

       almoçar com ele antes de irmos ao cinema.

Debs- a sério eu tou muito cansada, cheia de dores de cabeça, vai ter com ele eu não posso.

Eu- então eu fico contigo.

Debs- vá, não fikas nada, vai te arranjar então e pede-lhe desculpas por mim.

Eu- adoro-te migh, olha melhoras.

Fui me arranjar e quando voltei ao quarto da Debs ela ja estava a dormir de novo então deixei-lhe uma carta que dizia:

- Debs fui ao restaurante chines, aqui perto, depois vamos ao cinema e do cinema vamos ao

  Bean (discoteca), sei que o Tom disse que eu não podia ir a discoteca, mas é so um esgotamento cansaço, e o médico disse para descansar e não para ficar trancada em casa.

bjx te adolo muito "sister".

Ps: não contes nada ao Tom, diz-lhe que tou a dormir.

 

E fui-me embora.

                                                            No restaurante:

Diogo- oi karine tudo bem?

Eu- tudo e contigo?

Diogo-também. Vamos nos sentar?

Eu- claro, claro.

Escolhemos a comida e depois começamos a conversar.

Diogo: tu tas muito mudada!

Eu: para melhor espero eu...

Diogo: claro, tirando...

Eu: tirando?...

Diogo: tirando a parte de tares a namorar com o Tom... aquele tipo é repugnante.

Eu- lol...no comments...

Mal eu sabia que o Tom me tinha seguido.

Rimo-nos imenso, comemos, e depois fomos ao cinema.

Fomos ver um filme de terror. Então houve uma parte que eu me atirei a ele por impulso.

Eu: desculpa, desculpa, foi sem querer.

Diogo: podes continuar, tas muito bem assim. (Estava no colo dele, e ele a fazer caricias)

Eu estava a gostar do momento, quase o beijei mas contive-me e fui para o meu lugar.

Diogo: o que é que se passa? Não me queres beijar?

Eu: oh Diogo não compliques mais as coisas...eu tou a namorar com o Tom...

Diogo- xiu, não digas nada beija-me.

Os lábios dele tavam tão perto dos meus que eu não consegui resistir e acabamos por nos beijar ali mesmo,e o pior é que o Tom viu tudo.

A sala de cinema estava vazia, ele quiz desabotoar-me a blusa, mas eu não aceitei, e pedi que ele parasse. O Tom cheio de raiva e ciumes saiu da sala de cinema e ficou a minha espera.

Eu: Diogo...

Diogo: sim, (beijando-me o pescoço, e apalpando-me lol voces sabem).

Eu- não posso (afastei-lhe).

Diogo: fiz alguma coisa de errado, é que se fiz...

Eu: não, não, é que eu não quero trair o Tom.

Diogo: pensei que gostasses de mim.Eu tou apaixonado por ti, porque que não me deixax prova-lo.

Eu: eu tambem gosto muito de ti mas tou a namorar com o Tom e eu amo-o, não está certo

       trair-lhe, não quero trair-lhe.

Diogo: ta bem, não vou insistir mais, vamos sair do cinema.

Saimos da sala de cinema e o Tom pega-me pelo braço.

Eu: Tom, o que fazes aqui? (disse eu com um ar assustado e surpreso).

Tom: o que, tou a incomodar? Desculpa...não sabia.

Eu: eu disse-te que vinha ao cinema com Diogo.

Tom: eu vi-vos aos biejos e amaços no cinema... parecias uma pega do caraças! PUTA!
Diogo: não tens o direito de falar assim com ela.

O Tom deu-lhe um murro no meio da cara e foi se embora.

Eu: Diogo, tas muito magoado.

Diogo: não, não.

Eu: desculpa.Tu tas com o nariz a sangrar.

Diogo: não foi nada agora vou-me embora, não deixes que ele te faça mal.

Eu: Diogo espera.

Mas ele continuou o seu caminho e eu fui para casa.

 

Quando cheguei a casa tava la o Tom, a Debs,e o Bill.

Bill- Debs, vamos para o teu quarto.

Debs: claro, claro.

Ficamos eu e o Tom na sala. Eu ia em direcção ao meu quarto mas o Tom agarrou-me no braço.

Eu- Tom larga-me estas a aleijar-me.

Tom- eu não aleijo PUTAS.

Eu dei-lhe uma chapada na cara com toda a força que tinha, ficou a marca da minha mão na cara dele. Comecei a chorar e tranquei-me no quarto.

O Tom foi-se embora.

Esqueci-me de trancar a porta do meu quarto (que dah), a Debs e o Bill, entraram e abraçaram-me.

Eu: ele chamou-me de pega no cinema, e agora chamou-me de puta. (dizia eu lavada em

       lágrimas)

Bill: nós ouvimos,o meu irmão as vezes é um grande cabrão.

Debs: o que é essa marca vermelha no teu braço?

Eu:foi o, foi o ...

Bill: foi o Tom não foi? Claro que foi que pergunta. Esse puto vai apanhar.

Eu: não Bill, ele é teu irmão, não faças nada por favor. Estava a chorar como um bebé.

O meu deitou-me a minha cabeça no colo dele a Debs nem ficou com ciumes porque sabia que eu estava a precisar de um colo amigo.

A Debs e o Bill ficaram a dar-me beijos na testa e a fazer-me festinhas no cabelo, mas não adiantou eu continuava a chorar.

Passado um tempo acabei por adormecer.

 

 

 

Continua no próximo capítulo o que acharam?

 

 


música: Geh

publicado por Chinesa11 às 20:41
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Tutty a 8 de Fevereiro de 2008 às 19:31
Inda n tinha visto a yua fic...mas agr vi!!
ta mta fixe...gosto mt.!!
Postas +!!


Comentar post

mais sobre mim
Daniela Sousa

Sou uma gaja com o nome no B.I Daniela Sousa…mas que tem 1a panca pelo nome Kryx!  As vezes gostava de ser criança para sempre…não ter que tomar decisões…não ter de fazer escolhas…não ter perder amigos…não ter de sentir saudades…não ter de odiar people parvo…as vezes gostava que pudesse ser criança ih adulta quando me desse na “telha” mas a vida não é assim….por isso tudo o q aprendi devo aos amiigos ih a família…Obrigada!~A amizade é como o vidro…frágil!  Algumas verdades magoam mas as vezes é preciso ouvi-las, e difícil dize-las! Confiança não é algo que se pede é algo que se conquista!    O amor é como um enigma difícil de resolve-lo, fácil de complica-lo! Magoar é fácil, perdoar é difícil!  Mais difícil do que dizer amo-te é realmente senti-lo! Deixares-te levar é fácil, dizer não é complicado!Apontas-me o dedo por ser diferente eu agradeço-te por seres igual

posts recentes

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

O 4º elemento do meu trio...

I'm Back (L) O 4º element...

People change and Relatio...